POESIA DE QUINTA

Não muito tempo atrás, havia uma coluna semanal chamada Poesia de Quinta. Nela, eu postava alguns dos meus poemas, aqueles que mais se adequavam a temática do blog e que pudessem instigar a mente de jogadores e mestres ou que contassem uma história qualquer de teor fantástico. Estou voltando com essa coluna hoje, mas não sei se ela será semanal. De qualquer forma, vou deixar registrado aqui mais um dos meus poemas. Areias VermelhasAreias vermelhas guardam castelosSuas dunas velam mistériosO passado está gestado em seu ventreE a morte é  sempre seu

01/06/17