Nostalgia: Defensores de Tóquio

Houve uma época, em que nós RPGistas, tínhamos a Dragão Brasil como a principal e (por muitas vezes) única fonte de informação e conteúdo para nosso hobby. Todo mês já deixava avisado na banca mais próxima de casa, para reservar minha edição que mais tarde, meu pai iria buscar. Qual a minha surpresa em outubro de 1995, que me deparo com essa Dragão Brasil Especial Número 1, que em suas 30 páginas (mais uma página de ficha de personagem), trazia um RPG completo e original, em tom satírico, dos

LEIA MAIS