Fragmento primeiro, Conhecimento perdido sobre a Flor de Malas

As histórias de antigas lendas de feitiçaria, globos reluzentes entorpecidos de encantos, bruxuleantes chamas vivas inspirando sóis, resquícios de coisas rastejantes que entrelaçam pés despercebidos… Os tolos saberiam dizer tantas outras delas, de feitos tão maravilhosos ou poderes tão incompreensíveis, que poderiam revelar algum enigma impossível, ou  encerrar algum fim fatídico. Tolos, ou sábios? Esses casos de vã feitiçaria vão se empoeirando como antigas inscrições em rocha, mas ao se perderem nas fissuras do tempo, despercebidos, revigoram-se em poder, como se uma mão prodigiosa redigisse um antigo PERGAMINHO DE PEDRA.

09/04/17