Demônio: a Queda - Algoz

"Você pode me amar ou odiar como bem entender, mas viva. Viva agora e até seu último suspiro. Deixe o tempo passar. Haveremos de nos encontrar novamente." Representantes da última Casa Celestial, os Anjos da Morte receberam a tarefa lúgubre de desfazer todos os prodígios que seus colegas criavam, pondo fim a vidas, apagando as grandes obras para que outras pudessem substituí-las. Era uma função solene entre as muitas glórias do cosmo, mas os ceifeiros estavam tão satisfeitos com seu trabalho quanto qualquer anjo… Até que a humanidade nasceu. Como os outros

31/07/18