Conto: Um plano descoberto

Ern Blackcape entra correndo, ofegante, na taverna Unicórnio Verde. Com os braços cheios de rolos de pergaminhos, livros empoeirados, e tubos de arquivos. Ele senta na mesa em frente ao seu contratante. Uma espionagem de 1 ano tinha que ter um relatório à altura, principalmente quando o valor da informação seria quinze mil dragões, ou como os aventureiros chamam: quinze mil peças de ouro! A taverna estava quase deserta, com poucas mesas ocupadas, mas o suficiente para que Ern ativasse seu modo prontidão. Ele não viveu seus quase 50 anos

07/03/18