A liberdade das não-classes de Elder Scrolls

Lá  no começo da criação do Dawnlords of Daggermoor (versão antiga do que eu to reconstruindo como Lordes da Masmorra), uma das primeiras escolhas relacionadas a mecânica que pensei foi sobre ter classes ou não. Se por um lado as classes já são “kits” conhecidos e adorados pelos jogadores, por outro elas meio que limitam a criação de personagem. Na minha opinião, o sucesso das classes na maioria dos RPGs se dá porque os jogadores já possuem na mente uma ideia básica de cada classe: se alguém fala sobre um

16/08/16